LIDANDO COM O BLOQUEIO DE INADIMPLENTES NA PANDEMIA

Tem aumentado o número de clientes ligando para seus provedores informando que não poderão quitar suas mensalidades, dado o momento que passa a economia brasileira e mundial.

Fica então o questionamento: o provedor de internet pode interromper o sinal de clientes inadimplentes no momento atual?

De forma bastante direta: não há, até o momento da publicação desse texto, decreto, norma ou qualquer regulamentação que proíba ou mesmo altere a legislação já existente no que diz respeito ao bloqueio de clientes inadimplentes. Até agora nada mudou.

Porém, a principal característica que faz com que os provedores regionais tenham crescido tanto no Brasil é justamente sua proximidade com o cliente.

O cliente não é só um número!

Pensamos que, se essa proximidade é a nossa grande FORÇA, deve ser agora, também, nossa grande RESPONSABILIDADE.

Por isso recomendamos fortemente que sejam analisados casos isoladamente, com toda a preocupação que a sua região merece e com os impactos das suas decisões sobre os cidadãos ao seu lado.

Sugerimos alguns tópicos para implementação dessa análise:

  • Peça para que a pessoa explique a situação por e-mail ou então mensagem de WhatsApp. É importante documentar esse pedido.
  • Verifique se a solicitação é de um pequeno comércio que dependa de Internet.
  • Verifique se na residência existem moradores em situação de risco (idosos, diabéticos, hipertensos, etc).
  • Analise a pontualidade do cliente durante outros meses de contrato.
  • Pense no que lhe interessa mais: receber a mensalidade dentro do mês com desconto ou postergar o pagamento para outra data, em outro mês. Cada opção tem suas vantagens e desvantagens, devendo o provedor analisar de acordo com sua região.
  • Em caso de conceder o desconto ou alteração de data, formalizar por e-mail ou WhatsApp.
  • Em caso de negar o desconto ou alteração, fale direto com o cliente: jamais faça postagens em redes sociais ou locais em que terceiros tenham acesso.
  • Trate todas as questões de forma sigilosa, pois envolvem a intimidade e vida privada de seus clientes.
  • JAMAIS FAÇA POSTAGENS E ANÚNCIOS INFORMANDO QUE DARÁ DESCONTO A TODOS: você atrairá, infelizmente, aproveitadores, deixará de atender quem realmente precisa e poderá criar um problema financeiro em seu provedor. Deixe que o cliente que realmente está passando por dificuldades procure você.
  • Seja criterioso, não tenha pressa para dizer “sim” ou “não”.

Além de todas as sugestões acima, analise junto com sua equipe quais outros tópicos devem ser incluídos no momento de analisar os pedidos de seus clientes.

Em qualquer caso, tente mostrar a seu cliente que você está ao lado dele.

Posts Anteriores

2020-03-24T18:52:43+00:00