INFORMAÇÕES SOBRE A SOBRECARGA DAS REDES DE INTERNET

O isolamento social, como medida de contenção da disseminação do coronavírus no país, pode impactar diretamente na sobrecarga das redes de Internet.

Isso ocorre, em virtude do aumento da quantidade de pessoas conectadas e consumindo banda ao mesmo tempo.

Primeiramente, é importante que nesse momento, existam diálogos amigáveis com os clientes, para que seja explicado a situação da sobrecarga.

Dessa forma,  o provedor pode constantemente ir alertando e orientando com relação às medidas que devem ser tomadas para enfrentar uma eventual lentidão de tráfego da rede nesse momento.

Seguem abaixo algumas orientações para dar aos seus clientes:

1.  Posicione o roteador corretamente para reduzir a interferência com outros objetos e paredes que possam prejudicar o sinal.

2. Verifique se outras pessoas estão utilizando a sua internet. Vários dispositivos usufruindo da mesma conexão poderá sobrecarregá-la, gerando lentidão à rede.

3. Downloads e streamings consomem a banda de maneira demasiada! As plataformas de streaming, como Netflix e Globoplay, já confirmaram que estão com sobrecarga das redes.

4. Adicione segurança ao Wi-Fi para que outros usuários não consigam infiltrar a rede e roubar os dados.

Em suma, vale ressaltar que as operadoras não configuradas como Empresas de Pequeno Porte são obrigadas a fornecer padrões mínimos de qualidade, que não deve ser inferior a 40% da velocidade que foi ofertada ao cliente.

Ou seja, quando a prestadora oferece um pacote com velocidade de 1 Mbps, a velocidade nunca pode ser inferior a 400 kbps.

Considerando todas as conexões à Internet, a média mensal da velocidade não deve ser inferior a 80% da velocidade ofertada ao cliente.

Ou seja, a média da velocidade ao longo do mês não pode ser inferior a 800 kbps, seguindo o exemplo acima.

Ainda que a obrigatoriedade não seja imposta às Empresas de Pequeno Porte, sugerimos que mantenham esse padrão de qualidade, pois é o que se encontra disposto nas Resoluções 574/2011 e 717/2019 da Anatel.

Para mais informações, entre em contato conosco.

Posts Anteriores

2020-04-07T18:02:41+00:00