A ação foi realizada pela Celpe na manhã desta segunda-feira (30), na Av. Conde da Boa Vista, e se estende até a próxima sexta-feira (3) no Recife.

Duas toneladas de fios de redes irregulares de telecomunicação foram recolhidas na manhã desta segunda-feira (30) em postes na Avenida Conde da Boa Vista, no Centro do Recife, durante o primeiro dia da ação realizada pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) com o apoio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU).

O objetivo da operação é verificar se as operadoras autorizadas pela Celpe estão instalando corretamente as redes, além de garantir a segurança da população e que o fornecimento da energia não seja afetado. A vistoria, que terminará na próxima sexta-feira (3), também está sendo realizada em Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Paulista e São Lourenço da Mata.

“Trabalhamos com intolerância zero às instalações irregulares, e estamos intensificando as atividades de combate ao desvio de padrão na instalação de cabos de internet em nossos postes”, afirmou o gerente Operacional da Celpe, Evandro Simões. Os usuários que tenham os serviços interrompidos de internet e TV a cabo devem procurar os seus provedores para obter informações.

 

Provedores irregulares

De acordo com a Celpe, 87% das empresas de telecomunicação utilizam clandestinamente os postes da distribuidora. No Recife, que concentra o maior número de provedores irregulares, foram catalogados 117 prestadores de serviço de internet e apenas 19 possuem contrato de compartilhamento de uso dos postes. As operadoras interessadas em usar a estrutura da Celpe devem procurar a concessionária.

A ação de recolhimento da fiação irregular é realizada pela Celpe desde 2015. Em 2017, foram removidas mais de 15 toneladas de fios e neste ano, já foram contabilizadas sete toneladas.

Fonte:UOL


Vianatel - Outorgas Anatel

Para aprovar um projeto junta à uma concessionária, é necessário uma Licensa SCM!
Seu provedor necessita de uma Licensa SCM ou Regularização junto à ANATEL, FISCO ou CREA
Fale conosco!

Posts Anteriores

  • Duas toneladas de fios irregulares são recolhidas no Centro do Recife | Anatel

    Duas toneladas de fios irregulares são recolhidas no Centro do Recife | Anatel

    Duas toneladas de fios de redes irregulares de telecomunicação foram recolhidas na manhã desta segunda-feira (30) em postes na Avenida Conde da Boa Vista, no Centro do Recife, durante o primeiro dia da ação realizada pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) com o apoio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU).

  • ANATEL FAZ NOVA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO SERVIÇO DE TELECOM

    ANATEL FAZ NOVA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO SERVIÇO DE TELECOM

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.

  • ACESSO À INTERNET CHEGA A 61% DOS DOMICÍLIOS BRASILEIROS, DIZ CETIC.BR | Anatel

    ACESSO À INTERNET CHEGA A 61% DOS DOMICÍLIOS BRASILEIROS, DIZ CETIC.BR | Anatel

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.

  • Anatel aprova PGMC com nova definição de Prestador de Serviço de Pequeno Porte

    Anatel aprova PGMC com nova definição de Prestador de Serviço de Pequeno Porte

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.

  • Para superar conflitos, Anatel esclarece as condições de interrupção da interconexão

    Para superar conflitos, Anatel esclarece as condições de interrupção da interconexão

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.