Um projeto de lei quer que a Anatel tenha mais transparência na execução orçamentária dos fundos de fiscalização (Fistel) e de universalização (Fust). O PL 8943/17, de autoria do deputado Aureo (SD-RJ), altera a LGT ao exigir que a agência divulgue, em tempo real, dados de receita e despesa dos fundos. Em relação aos gastos, terá que identificar as destinações dadas aos recursos, mencionando a fundamentação legal.

A proposta diz que o objetivo é dar mais transparência à arrecadação e ao uso dos recursos dos dois fundos, citando auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), realizada em 2016, que apontou problemas na gestão dos recursos, como falta de monitoramento na aplicação dos valores e uso diverso do exigido pela legislação.

O PL 8943/17 tramita de forma conclusiva e será analisado pelas comissões de Defesa do Consumidor; Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e Constituição e Justiça e de Cidadania. Confira a íntegra da proposta clicando aqui.

Fonte:TeleTime

Posts Anteriores

  • Duas toneladas de fios irregulares são recolhidas no Centro do Recife | Anatel

    Duas toneladas de fios irregulares são recolhidas no Centro do Recife | Anatel

    Duas toneladas de fios de redes irregulares de telecomunicação foram recolhidas na manhã desta segunda-feira (30) em postes na Avenida Conde da Boa Vista, no Centro do Recife, durante o primeiro dia da ação realizada pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) com o apoio da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU).

  • ANATEL FAZ NOVA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO SERVIÇO DE TELECOM

    ANATEL FAZ NOVA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO SERVIÇO DE TELECOM

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.

  • ACESSO À INTERNET CHEGA A 61% DOS DOMICÍLIOS BRASILEIROS, DIZ CETIC.BR | Anatel

    ACESSO À INTERNET CHEGA A 61% DOS DOMICÍLIOS BRASILEIROS, DIZ CETIC.BR | Anatel

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.

  • Anatel aprova PGMC com nova definição de Prestador de Serviço de Pequeno Porte

    Anatel aprova PGMC com nova definição de Prestador de Serviço de Pequeno Porte

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.

  • Para superar conflitos, Anatel esclarece as condições de interrupção da interconexão

    Para superar conflitos, Anatel esclarece as condições de interrupção da interconexão

    Bancos pequenos e médios vão se tornar mais competitivos no mercado de emissão de boletos de pagamento. Uma das principais barreiras para a entrada das instituições de pequeno porte nesse mercado era a falta de uma ampla rede de agências no país nas quais esses boletos poderiam ser pagos, mas essa realidade começa a mudar com a nova regra para a cobrança desses documentos.