Serviços de Informação e Comunicações têm retração de 1,7% em março | Fibra Optica

Os serviços de informação e comunicação tiveram um recuo de 1,7% no mês de março, na comparação com fevereiro. Os dados são da pesquisa mensal do IBGE, divulgada nesta terça-feira, 14. O levantamento também aponta que a queda foi influenciada pelos serviços de telecomunicações, que tiveram retração de 1,4%; e de Tecnologia da Informação (TI), com recuo de 2%. Em geral, as TICs tiveram queda de 0,7%, enquanto o audiovisual mostrou diminuição de 0,5%, colaborando para o resultado negativo do setor.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, também tiveram desempenho negativo telecomunicações, com queda de 1,5%, e audiovisual , com retração de 7%. TI (9%) e TICs (1,9%) influenciaram positivamente os serviços de informação e comunicação, cujo resultado, no confronto com março de 2018 foi um avanço de 0,8%.

No desempenho do primeiro trimestre, os serviços de informação e comunicação avançaram 3,4%. As TICs tiveram resultado positivo de 4,5%, e TI subiu 14,1%. Em um ritmo menor, os serviços de telecomunicações avançaram 0,3% e audiovisual teve recuo de 4,3%.

Nos últimos 12 meses, os serviços de informação e comunicação tiveram avanço de 1,3%. O resultado foi influenciado principalmente pelo desempenho do segmento de TI (9,2%) e TIC (2,2%). O resultado negativo no período ficou com os serviços de audiovisual (recuo de 4,2%) e Telecomunicações (queda de 1%).

No geral, conforme levantamento do IBGE, o volume de serviços caiu 0,7% em março de 2019, na comparação com fevereiro. No confronto com março de 2018, o volume de serviços caiu 2,3%. No ano, o avanço foi de 1,1%, enquanto no acumulado dos 12 meses o incremento foi de 0,6%.

Fonte: teletime

Posts Anteriores

  • Assinantes de ISPs recuam 1,5% em junho por falta de notificação, diz Anatel

    Os números da banda larga fixa reunidos no relatório anual divulgado hoje, 25, pela Anatel, mostram mais que a expansão de mercado dos provedores regionais. Indicam que a o ritmo de ativação de redes de fibra óptica em novas cidades vem caindo ano a ano desde 2016. Naquele ano, 538 cidades receberam redes com fibra. Já em 2017, foram 226. E ano passado, mais 138 cidades se juntaram à lista das que são cobertas, ao menos em algum ponto, com alguma tecnologia óptica. Ao final de 2018 havia no país 3.589 cidades com redes de fibra, de um universo de 5.570 municípios.

  • Anatel publica outorga para 10 SCM na 1ª semana de agosto

    Os números da banda larga fixa reunidos no relatório anual divulgado hoje, 25, pela Anatel, mostram mais que a expansão de mercado dos provedores regionais. Indicam que a o ritmo de ativação de redes de fibra óptica em novas cidades vem caindo ano a ano desde 2016. Naquele ano, 538 cidades receberam redes com fibra. Já em 2017, foram 226. E ano passado, mais 138 cidades se juntaram à lista das que são cobertas, ao menos em algum ponto, com alguma tecnologia óptica. Ao final de 2018 havia no país 3.589 cidades com redes de fibra, de um universo de 5.570 municípios.

  • Anatel abre consulta sobre base de dados do setor

    Os números da banda larga fixa reunidos no relatório anual divulgado hoje, 25, pela Anatel, mostram mais que a expansão de mercado dos provedores regionais. Indicam que a o ritmo de ativação de redes de fibra óptica em novas cidades vem caindo ano a ano desde 2016. Naquele ano, 538 cidades receberam redes com fibra. Já em 2017, foram 226. E ano passado, mais 138 cidades se juntaram à lista das que são cobertas, ao menos em algum ponto, com alguma tecnologia óptica. Ao final de 2018 havia no país 3.589 cidades com redes de fibra, de um universo de 5.570 municípios.

  • Na quarta semana de julho, 23 ISPs têm outorgas publicadas

    Os números da banda larga fixa reunidos no relatório anual divulgado hoje, 25, pela Anatel, mostram mais que a expansão de mercado dos provedores regionais. Indicam que a o ritmo de ativação de redes de fibra óptica em novas cidades vem caindo ano a ano desde 2016. Naquele ano, 538 cidades receberam redes com fibra. Já em 2017, foram 226. E ano passado, mais 138 cidades se juntaram à lista das que são cobertas, ao menos em algum ponto, com alguma tecnologia óptica. Ao final de 2018 havia no país 3.589 cidades com redes de fibra, de um universo de 5.570 municípios.

  • Anatel concede anuência prévia para troca de controle na Hispasat

    Os números da banda larga fixa reunidos no relatório anual divulgado hoje, 25, pela Anatel, mostram mais que a expansão de mercado dos provedores regionais. Indicam que a o ritmo de ativação de redes de fibra óptica em novas cidades vem caindo ano a ano desde 2016. Naquele ano, 538 cidades receberam redes com fibra. Já em 2017, foram 226. E ano passado, mais 138 cidades se juntaram à lista das que são cobertas, ao menos em algum ponto, com alguma tecnologia óptica. Ao final de 2018 havia no país 3.589 cidades com redes de fibra, de um universo de 5.570 municípios.

2019-05-17T17:41:55+00:00
Whatsapp